Colesterol Ruim: Dia Nacional de Combate ao LDL

Colesterol Ruim: Dia Nacional de Combate ao LDL

Gente, hoje, 08 de agosto, é o dia Nacional de combate ao Colesterol Ruim, data promovida pela Sociedade Brasileira de Cardiologia – SBC, com o intuito de conscientizar a população sobre os riscos do famoso LDL (lipoproteínas de baixa densidade). Afinal, quem não conhece alguém vitimado de um AVC, infarto, trombose?

Segundo artigo publicado no site da SBC, o colesterol é necessário no desempenho de funções essenciais no nosso organismo e que os tipos mais comuns são o HDL, o colesterol do bem e o famigerado LDL o menino mau.

O colesterol ruim (LDL) pode ser mensurado através de exame de sangue e os valores de referência desejáveis para adultos maiores de 20 anos, está na faixa entre 100 a 129 mg/dl.

Estudos indicam que 70% do colesterol está ligado à genética e diversos fatores como diabetes, hipotiroidismo, doenças dos rins e a alimentação é a responsável pelos outros 30%.

Segundo a especialista em Nutrição Clínica Mônica Vitorino, a mudança nos hábitos alimentares e a prática de regular de atividade física, ajuda a harmonização do perfil lipídico. Ela aconselha a ingestão de fibras através do consumo contínuo de frutas, verduras e alimentos integrais.

A  aveia é um exemplo, pois,  é rica em betaglucanas, substância que regula a síntese do colesterol, também presente nos cogumelos shitake e maitake. Outro alimento que deve ser adicionado a dieta de combate ao LDL é o tofu, sim aquele produzido a partir de soja, ele inibe a principal enzima responsável pela produção de colesterol.

Ela cita as sementes e óleos de chia e linhaça, azeite extra virgem prensado à frio, os óleos de coco e abacate, bem como seus frutos para ajuste da balança: diminuição do colesterol ruim e aumento do bom.

Defende também que a antiocianina dos alimentos roxos, folhas, vegetais e frutos melhora a relação entre o LDL e o HDL e que o Chá Mate possui saponinas que diminuem a absorção do colesterol no intestino.

Aos chocólatras de plantão, a preferência deve ser chocolates amargos com mais de 60% de cacau em sua composição, sem açúcar, cacau puro e alfarroba pois estes contém antioxidadantes e gorduras boas.

E aí vamos cooperar para uma estatística mais positiva?Disseminar que podemos ser felizes hoje pensando sempre no amanhã?

Cuide-se! Seu corpo é um patrimônio único.

Beijos sabor de Hibiscos.

Busque Mais em:

http://prevencao.cardiol.br/fatores-de-risco/colesterol.asp

Revista dos Vegetarianos, Edição de Aniversário – Ano 09 – No 97 – Novembro 2014